desculpem, desculpem mesmo queridos. o tempo anda apertado, prometo que vou voltar, prometo! obrigada pela paciência :)

domingo, junho 13

passo as mãos pelas pernas, está frio. é só mais uma noite fria e melancólica que me traz mais uma vez o passado de volta, como em todas as noites frias. a porta fecha-se, está escuro e mais uma vez sinto a solidão á flor da pele.
viro-me na esperança de te encontrar a meu lado mas tu já não estás aqui. onde foste?
ouço o vento soprar la fora, tenho medo. já não tenho mais forças .. estou demasiado cansada para lutar. eu sabia que isto ia acabar por acontecer mas, deixei-me levar com esperanças a mais.
e eu que achava que tudo tinha acabado mas afinal esta muito longe do fim..

ligo o telemóvel, á muito desligado e abandonado na gaveta da secretária. tinha 3 mensagens, todas tuas. que queres de mim agora? ficaste com pena? só queria esclarecer tudo.. já estava a tentar esquecer-te mas pareces querer alguma coisa de mim.
mais uma vez sinto a cara molhada e a minha almofada.. parece um balde de agua com suaves pingas a inundá-lo. gostava de acordar e dizer que foi tudo um pesadelo horrível. mas porquê?
preciso de tantas palavras complicadas só para explicar que estou assim por tua causa, tanta coisa para compreenderes que não estou a fazer isto para nada.
porque eu não me limito a gostar, eu amo profundamente, eu amo-te a ti. só quero baralhar todas estas letras e escrever-te o que poderíamos ser.

merda, merda para isto tudo. merda para os sentimentos.

4 comentários:

lauram disse...

Força!

Marta D'Almeida disse...

esse comentário quase me punha uma lágrima no canto do olho :$ é bom saber que se nota ao longe e que as minha meras palavras o conseguem transmitir.
amo-o demasiado :'$

Pii ♥ disse...

Eu estou bem, mas para já é ter os pés no chão e não me iludir. Se não volto a cair. Muito obrigada (:

Borblady disse...

Obrigada queridaa :$

"eu não me limito a gostar, eu amo profundamente, eu amo-te a ti. só quero baralhar todas estas letras e escrever-te o que poderíamos ser." , sinto exactamente o mesmo :X

dreamer