desculpem, desculpem mesmo queridos. o tempo anda apertado, prometo que vou voltar, prometo! obrigada pela paciência :)

sábado, junho 5

enquanto escrevia naquele papel tão delicado o nosso amor, as lágrimas iam caindo e apagando a dor e os momentos sem ti escritos por mim, tantas paginas escritas sobre nós e sobre o que passamos juntos. a tinta daquela caneta parecia já não agarrar as linhas do papel, a tinta já não chegava para falar mais sobre nós. tinha tanto para dizer.. tanto futuro nos teus braços para traçar.. mas isso não queria dizer que era o fim, só queria dizer que teria que arranjar mais força para continuar a traçar a nossa historia, mas o que vale essa força se agora não tenho sitio onde escrever? 

era no teu coração que costumava escrever, mas esse coração.. já não me pertence.

obrigada por estares sempre aqui. amo-te

2 comentários:

vanessa marques disse...

não desistas. força !
adorei.

diana disse...

que lindo *-*

dreamer